Certificados – Parte 4

Ain Gente! voltei, depois de tanto tempo sem postar nada, por falta de tempo mesmo, esse ultimo ano foi bastante complicado entre trabalhar, cuidar da família e estudar não tinha animo para fazer nada mais. Eu vim recebendo ao longo desse ano comentários, perguntas feitas diretamente pelo e-mail e isso me motivou e me deu muita força pra voltar a escrever.

Então antes de qualquer outra coisa, quero agradecer a todos vocês que comentaram no blog e também enviaram perguntas que eu fui respondendo a medida do possível. Vocês foram sem dúvida a peça mais importante pra eu estar aqui outra vez, então, obrigada de coração 😉

Antes um comentário rápido não se preocupem com os documentos dele(a) *O cidadão espanhol(a), pois se vocês estão fazendo os trâmites desde a Espanha os dele(a) saem rapidinho, meu marido tinha tudo em um dia. Que inveja branca

Vamos ao certificado de Solteria e Residência

ok, já tinha minha certidão de nascimento na mão tudo direitinho, risquei da lista e fui ao próximo item que eram os certificados de residência e solteria, eu estava a menos de um ano empadronada, e eles pedem um certificado de residência dos últimos dois anos, pensei, ferrou com tudo, no Rio não tem Padrón, nem nada parecido o que vou trazer contas de luz dos últimos 24 meses :0,  e o certificado de solteria iria ter que pedir no brasil outra vez já que pedem testemunhas e fazer todo o trâmite de carimbos??

Pirei né, mas contei com a ajuda de uma Brasileira que é casada com um amigo do meu marido, eles se casaram aqui na Espanha também então ela me contou exatamente como fazer e eu fiz igual deu certo!!

Como faço isso? 

Vá ao consulado Brasileiro na cidade que você vive na Espanha, não esqueçam do outro post cheguem cedo, você vai levar original e cópia legível da Certidão de Nascimento, beleza já temos

(lembra da ordem de retirada dos documentos que eu comentei, eu fui lá, enfrentei o mairo filão e não tinha ainda a bendita certidão na mão pois pensava que podia ser com o passaporte, embora no consulado ela não precise ter o carimbo do ministério só o do cartório já vale, é nossa pequena ilha Brasileira na Espanha),

identidade também original e cópia,  comprovante de residência no brasil qualquer um luz, gás, telefone, você precisa estar acompanhado de duas testemunhas e elas devem ser brasileiras, ter mais de 18 anos e possuir cópia e original de passaporte ou identidade brasileira, não serve o NIE, elas vão servir de testemunhas para o trâmite de solteria.

Chegada a sua vez diga que quer fazer esses dois trâmites vão te dar o formulário preencha tudo com atenção junto com suas testemunhas pois com os dados que você coloque eles vão fazer o certificado e se vier errado não vai servir.

As testemunhas vão com você até o guinche do consulado e vão assinar na frente da atendente.

Tem que pagar?

Sim, imagine o consulado como um cartório fora do seu país, eles cobram para abrir firma, para certificar documentos, tudo igual, e eles até contam com uma agencia do Banco do Brasil pra você ter a comodidade de pagar ali mesmo, rs…

(Na boa eu acho que deveria ser de graça, mas no Brasil sai bem mais caro casar, assim que, caladinha)

No site do consulado está como 15 euros, cada documento, eu me lembro que por questões de assinatura eu paguei quase 40 euros então vá prevenido ao menos com essa quantia.

Entregam no mesmo dia? 

Não, eu voltei uma semana depois pra pegar.

Tem que traduzir?

Não, o documento já vem em espanhol e com o carimbo do consulado.

E isso das testemunhas?

Eu não conhecia muitas brasileiras aqui, então minhas testemunhas foram essa menina que era casada com o amigo do meu marido e uma amiga dela, isso quer dizer que se você não conhece ninguém, você pode perguntas as pessoas que você conhece se te apresentam algum(a) brasileiro(a), ou mesmo, no próprio consulado pedir um favor a alguém que esteja ali, já que normalmente eles já estão em pose dos documentos necessários. 

Tem que ter algum carimbo mais?

Sim, o do ministério de assuntos exteriores de Espanha (onde você legalizou a sua certidão de nascimento na Espanha com cita previa pelo site) lembrando não é necessária tradução o documento já vem em espanhol.

Isso vale para os dois documentos ok,  solteira também conhecido como certificado de capacidade matrimonial e o comprovante de residência.

Eu fiz tudo certinho mas como lá no consulado me disseram que eu não precisava fazer mais nada pois o papel já estava em espanhol e com o carimbo do consulado.

Eu não levei pra legalizar e quando tinha todos os documentos pra dar entrada a mulher que nos atendeu não aceitou esses dois documentos dizendo que faltava o carimbo do ministério de relações exteriores de Espanha :/

finalmente ela deixou darmos entrada mais colocou um “F” de falta GIGANTE na pasta e disse pra eu levar esses dois legalizados o antes possível senão ela teria que cancelar.  Ou seja eu dei muita sorte, já que os funcionários públicos aqui não tem uma fama de os mais simpáticos do mundo.

Feito isso gente é só riscar mais esses dois e partir para o próximo 🙂

Um beijo grande!! Escrevo em breve, prometo 🙂

Casamento na Espanha entre Brasileira (o) e Espanhol (a) Parte III

Olá, estou de volta depois de uma dura semana de trabalho, fiquei feliz em ver a Thaisa me escrever 🙂 é bom saber que não estamos só no mundo ou melhor na web. Obrigada Thaisa e sinta sempre a vontade para comentar :). Se quiser entrar em contato pode ser pelo email vivendoenmadrid@gmail.com.

Continuando o post anterior, com os primeiros passos dados pensei que melhor seria entrar em contato com um advogado e que soubesse de leis Brasileiras, lembram que eu falei sobre as pessoas que ficam na porta do consulado então, olhem o que me aconteceu.

Na minha primeira visita aquela larga eu peguei uma revista brasileira, nela tinha alguns anúncios de escritórios de advocacia gerenciado por brasileiros, eu liguei e a senhora que me atendeu disse que eu deveria me encaminhar ao escritório (na minha profissão já se diz quem tem idéias não tem medo de contar) fui, acompanhada do meu namorado, chegando lá era um casal o homem espanhol a mulher brasileira tinham umas caras de malandros, mais é claro que eu não percebi de inicio, me contaram toda uma história, final me cobrariam para pedir minha certidão de nascimento e a autenticação em Brasília e a tradução, e ela dizia que era melhor primeiro eu convalidar meus estudos aqui que para pedir o tramite do casamento seria mais fácil, conclusão saímos eu achando um pouco estranho, uma semana depois assistindo o jornal sai uma noticia de um escritório de advogados brasileiros que lesavam seus clientes cobrando varias vezes pelo mesmo serviço alegando que dava problema ou faltavam carimbos do ministério, quem vocês acham que eram…Eles é claro (que dedo podre eu tenho) ou muita sorte afinal eu não contratei nenhum serviço com eles (graças a Deus).

Então decidi fazer o primeiro passo por minha conta:

Todos os documentos devem ser sido expedidos a menos de 3 meses então ai tem que tomar cuidado pra não chegar aqui e ter passado do tempo.

Certidão de nascimento

Cartório

Eu pedi a minha mãe que fosse ao cartório e pedisse minha segunda via da certidão de nascimento, minha mãe pagou RS 17,50, no Rio de Janeiro essa taxa pode variar dependendo da cidade mais mas cara que isso não.

Carimbo do ministério

Demorou 1 semana e minha mãe já tinha minha certidão, essa certidão precisa ser carimbada pelo ministério de assuntos exteriores (http://www.itamaraty.gov.br/), caso contrário não tem nenhuma validez aqui na Espanha nem em nenhum outro país europeu.

Mais existe outra maneira se vc não conhece ninguém que viva em Brasília em algumas cidades você pode colocar esse carimbo sem precisar mandar para Brasília no site acima tem uma lista de onde pode ser feito e se não você pode enviar uma carta por sedex com o selo de envio de resposta pago e quando chega lá eles carimbam e enviam de volta pro endereço que você colocou, experiência disso eu não tenho pois como comentei não fiz assim, mas acredito que este processo deve ser um pouco mais demorado. (quem tiver feito e puder me dizer o tempo que demorou agradecemos).

Carimbo no consulado de Espanha no Brasil

Depois de ser carimbada pelo ministério de assuntos exteriores do brasil tem que ser carimbada no Consulado Espanhol no Brasil, no meu caso nosso amigo enviou no consulado Espanhol que fica em Brasília mesmo. se não tem ninguém que vá fazer isso por você em Brasília, envie a carta e depois que receber sua carta com a certidão já carimbada pelo ministério brasileiro, leve no consulado da Espanha na sua cidade (Brasil).

(tem que ser nesta ordem, segunda via da certidão de nascimento, carimbo do ministério de assuntos exteriores do Brasil, carimbo do consulado de Espanha no brasil)

Porque? olhem a burocracia

Você tira sua certidão no cartório vem com aquele selinho de documento autenticado, o ministério de assuntos exteriores do Brasil  coloca um selinho reconhecendo que o selinho do cartório é verdadeiro e o consulado de Espanha no Brasil da um outro selinho reconhecendo que o selinho do ministério de assuntos exteriores no brasil é verdadeiro)

Que rolo!

Resultado para mim

Como meu marido tem um amigo em Brasília enviamos a sua casa e ele nos enviou aqui na Espanha já com os carimbos em 2 semanas.

(Chegando na Espanha)

Tradução juramentada

Já estava aqui, mas claro estava em português e eles não aceitam o documento assim, então o que fazer, tradução juramentada, no site do ministério de extranjeria da Espanha você pode encontrar uma lista de tradutores juramentados, eles cobram por palavra mas damos a sorte que agora quando se pede a segunda via da certidão já não vem mais aquele testamento, vem as informações mais importantes, custa entre 35 a 40 euros eu fiz com uma senhora muito fofa portuguesa de Madeira, me cobrou 40 euros e demorou 2 dias eu fiz um scan mandei por e-mail, e no dia ela me pediu que leva-se a original, claro!

Terminou? não!

Quando já esta feita a tradução você deve levar sua certidão de nascimento original ( a que você recebeu do brasil cheia de carimbos) junto com a tradução juramentada para ser convalidada pelo ministério de assuntos exteriores de Espanha. Aquela história dos selinhos em sua ultima parte ( O ministério de assuntos exteriores de Espanha reconhece que o selinho do consulado espanhol no Brasil é verdadeiro)

Como convalidar na Espanha Primeiro passo

Eu perdi maior tempo pois o papel que te dão com a lista de documentos no registro civil te manda ir para um lugar que já não é mais ali que se faz ou seja fui atoa.

Entre no site do MAEC (http://www.maec.es) no menu a esquerda clique em Servicios Consulares, e depois em, Cita previa para legalizaciones.

Vai entrar a página onde explica como pedir a data (cita prévia) e no final da pagina tem um sim li e aceito e um botão para pedir a cita (se você não ler, algo muito importante a se fazer, te digo que você tem que ir pessoalmente outra pessoa só pode ir por você se tiver uma procuração sua)

o resto é fácil a pagina é simples

Qué trámite desea efectuar?  Preguntas Frecuentes
Información de protección de españoles en el extranjero y visados
Legalización de documentos (ESTE AQUI)

Quando clica neste automaticamente o que esta em baixo vai ser marcado

Na próxima pagina clique em continuar

Na próxima preencha seus dados (confira pra ver que esta tudo certinho)

Na próxima introduza o numero de documentos que você esta levando para legalizar se é só a certidão (1)

(a tradução juramentada você tem que levar mais não conta neste caso para a legalização, vou contar eu coloquei 2 e descobri isso lá, rs)

Na próxima já aparecerá as datas e horários pra você escolher (chegue ao menos 30 minutos antes)

(Se você pode fazer as contas mais ou menos de quando  vai ter sua certidão aqui peça logo a data para já reservar, porque as vezes te dão datas para uma ou duas semanas depois. (ou seja perca de tempo)

Leve seu passaporte

Depois disso pronto já tem sua certidão de nascimento prontinha, vou indo pois amanhã irei para o Brasil de férias, vou arrumar minha malas, estou muito feliz e mais feliz sabendo que estou ajudando a pessoas pra que os caminhos sejam mais fácies que o meu!

Beijos fiquem com Deus e escrevo do Brasil…


Casamento na Espanha entre Brasileira (o) e Espanhol (a) Parte II

Vou escrever esse rapidinho:

Vá ao registro civil da sua cidade e peça a lista de documentos para casamento. Vão te entregar um papel com tudo que é necessário levar. Também vão te dar a folha de Instancia y Declaraciones Juradas, se não te derem peça logo.

Vou explicar em vários posts como fazer pra ter cada documento aqui vou colocar só a lista:

Dos dois:

Instancia y Declaraciones Juradas

DNI, Passaporte, NIE em vigor original e cópia

Certificado literal de Nascimento (Certidão de nascimento)

Provar a cidade onde você morou nos últimos 2 anos antes do casamento

Em caso de estrangeiros

Certificado de capacidade de matrimonio (provar que é solteiro, separado ou viuvo)

Idioma

O contraente estrangeiro se não falar espanhol deve ir com um tradutor juramentado

Depois

Depois que você reúne todos esses documentos que já estou preparando posts pra ajudar, você precisa pedir uma (cita) uma data pra entregar e depois vão te dar a data para a entrevista com o juiz.

A data pra entregar no meu caso até que foi rápido duas semanas

Agora a data pra entrevista com o juiz, como eu vivo em Madrid e as agendas abarrotadas demorou 8 meses (já chegarei nessa parte da história)

e Depois ainda esperamos (1 mês para ter a resposta)

e quando chegamos pra marcar a data a agenda de casamentos estava com lista de espera pra 4 meses na frente. Mas já contarei isso depois.

bjs fiquem com deus

Casamento na Espanha entre Brasileira (o) e Espanhol (a) Parte I

Chegou Janeiro, estávamos super animados, iniciaríamos os trâmites para nossa união, fui ao Consulado Brasileiro em Madrid (www.consuladobrasil.es) pedir informação sobre os procedimentos.

Fui atendida depois de 4 horas de espera e uma mocinha  muito simpática me atendeu e me disse tudo que eu já sabia e me orientou sobre algumas pessoas que ficam na porta do consulado tentando vender um serviço (para que vá mais rápido) para trâmites que são grátis, então muito cuidado por aí:

Pulo do gato: Chegue bem cedo no consulado se você viver em uma cidade como Madrid, eles só dão 40 números por dia e a fila é enorme tem gente que chega as 5 da manhã, eu fui as 8 hrs e a fila já estava grande, eles começam a dar o numero as 9:30 mais ou menos depende de quanto atrase as coisas lá dentro, mas disso não passa, as pessoas que estão na fila vão fazer trâmites diferentes do seu o que pode significar, que vão ser mais rápidos ou mais demorados que você. (Então se existe a necessidade de ir lá, chegue cedo).

Os documentos para iniciar os trâmites são (coisas que você tem que pedir no Brasil e fazer na Espanha antes de tudo):

Primeiro passo (Na Espanha):

Estar empadronado, porque para tirar os seguintes documentos espanhóis você terá que apresentar o padrão (Padrón).

O que é o Padrón?

O Padrón Municipal de Habitantes, registra e certifica que uma pessoa vive em dito distrito, bairro e endereço (de sua casa) desta maneira eles sabem onde e quantas pessoas vivem em tal lugar e podem controlar melhor o crescimento da cidade. A funcionalidade pra você, seria como um comprovante de residência no Brasil, só que lá utilizamos contas de luz, gás, telefone. Aqui qualquer coisa que tiver que comprovar sua moradia é só apresentar o seu Padrón.

Estou ilegal, posso me empadronar?

Sim, você pode se empadronar estando ilegal o único que precisa é que seu cônjuge vá com você até o Ayuntamento (Ajuntamento é como uma mini prefeitura, ele coordena os assuntos de um distrito onde dentro dele existem vários bairros, uma zona) de seu distrito e diga que quer empadronar você em seu domicilio, ele só precisa levar o DNI e você seu passaporte.

E o ideal é que estejam lá bem cedinho e durante a semana se for possível, para que esteja vazio.

Eles entregam o Padrón na hora?

Sim, não costuma demorar nada, comigo demos muita sorte, chegamos lá as 9 hrs da manhã, não havia quase fila, pegamos um numero e fomos chamados logo em seguida, meu namorado disse que queria me empadronar, a senhora pediu o DNI dele, o meu passaporte e nosso endereço. Preencheu em seu computador meus datos, imprimiu o certificado me entregou e fim.

Custa quanto fazer o Padrón?

Não custa nada, nem um centavo. Então desconfie se alguém lhe disser que será mais rápido se você pagar uma quantia.
é inclusive ilegal que te cobrem por um serviço público que não tem custo de taxas.

É para sempre?

Não, não é para sempre, cada vez que você se mudar de casa, você tem que ir ao ayuntamento atualizar seus dados e se for mudar de cidade, dar de baixa em seu registro, que não será apagado ficará lá, para que você possa comprovar os anos que morou neste lugar, mas estará claro que você não vive nesta cidade desde sua baixa.

Tem validade, tenho que renovar?

Sim, mesmo que você não mude de endereço, no Padrón de um estrangeiro tem uma data para renovação que possivelmente será de dois anos após sua inscrição.

Pronto seguindo esses passos você terá rapidamente seu Padrón, e não se esqueçam a burocracia aqui pode ser tão lenta como no Brasil então não deixe mesmo para amanhã o que se pode fazer hoje.

Bjs e seguirei contando.


Meu namorado me pediu em Casamento! Sonho ou pesadelo?

Me lembro bem o dia que me namorado me pediu em casamento, eu estava trabalhando (ilegal) em uma loja de roupas de um amigo nosso, já estava quase fechando a loja, quando ele me pediu para mudar a musica da playlist que estava tocando, eu disse sim! Então ele coloca nossa musica “tema” Just like a star (é linda vale a pena procurar) achei estranho lógico, afinal ele é homem.

Quando dei a volta para olhar o que ele estava fazer estava ajoelhado com uma rosa na mão, tremendo, e eu já não estava mais no meu próprio corpo, meu eu já havia cantado pra subir, e ele me pediu em casamento. (não vou contar toda a história, mas esse trecho valia a pena a emoção ante o sacrifício) Foi lindo, nos emocionamos liguei pra casa pra contar pra minha mãe, que eu juro a primeira coisa que disse foi (ela encontrou alguém que a agüente).

Era Dezembro de 2009 próximo do Natal, decidimos esperar para Janeiro os preparativos do casamento, nesta época eu tinha visto de turista, por isso não podia trabalhar legalmente, e esse meu visto terminaria em julho de 2010. (detalhe importante)

O que pensamos?

Damos entrada com os papéis em Janeiro, vai demorar uns três meses todo o papelada e máximo Agosto já estamos casados, ou seja se eu ficaria apenas um mês ilegal (sem visto) no máximo.

Isso foi assim?

Não nem todo sonho pode se tornar realidade eu já estava me casando, não podia sonhar mais que isso (rs).

Como foi então?

1 ano e meio de papéis, burocracia, lagrimas, medo, saudades de casa entre outras más.

Começarei o próximo post contando como iniciar os trâmites e os tempos.

Hello world!

Olá mundo!

Quem sou, Brasileira, carioca, mangueirense, flamenguista, mãe, esposa, boa filha, boa irmã, boa amiga e Designer,  além de toda esta bagagem sou uma agora nomeada uma imigrante :0!

Quem fala ou acha que viver fora de seu País natal é fácil ou não sabe do que esta falando, ou deu muita sorte, os primeiros passos são as vezes desastrosos, as coisas começam a entrar nos eixos e saem novamente, a saudade de casa, a burocracia, a cultura e o clima podem ser por muitas vezes pontos contra e com isso fortes aliados aquela vontade de desistir, de voltar pra casa.

Eu passei por muita burocracia, cansaço e desejos de voltar, até encontrar minha vida caminhando e começando a se conectar com a deste país e por esse motivo me sinto na obrigação de ajudar com meus “conhecimentos” do território ofensivo (brincadeira). Para que outras pessoas possam ter informação clara, verdadeira e baseada em leis reais, para isso conto com a ajuda de umas amigas espanholas, que trabalham como advogadas e funcionárias do governo.

Espero que possa ajudar e aclarar as dúvidas que como eu no início eram muitas.

Quero começar esse blog com o pé direito, podem saber mais sobre o que se trata o blog no link sobre, e espero postar ao menos 3 vezes por semana.

Começarei com a série de post, sobre documentação e papéis para casamento entre um Espanhol e um Brasileiro, que é algo que acabo de fazer e tenho bem fresquinho na memória, vou intercalando com dicas pra quem chega aqui de mala e cuia, como se movimentar pela cidade e não deixar as raízes para trás.

Depois sobre coisas básicas para viver o dia-a-dia, conta em banco, consulado e os pulos do gato “coisas que ninguém nos diz quando chegamos”

E seguirei fluindo por este caminho e espero também que com a ajuda de vocês, com suas perguntas e dúvidas. Que responderei a medida do possível.

Podem mandar as perguntas aqui!

Blog no WordPress.com.